Ser Gay na Favela

Existem ainda aqueles invisibilizados, marginalizados
e ao longo do tempo banalizados, como Madame Satã e todos aqueles gays residentes em periferias em âmbito urbano e/ou rural.